Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável

Mudanças Climáticas Globais

Desenvolvemos projetos de Eficiência Energética, Energias Renováveis, Troca de Combustíveis, Absorção e/ou Compensação de Emissões de Carbono, Políticas Corporativas de Gestão de Emissão de Gases de Efeito Estufa, Políticas Públicas de Adaptação às Mudanças Climáticas, Inventários de Emissões, entre outros.  Organizamos workshops técnicos, estudos especializados e propiciamos subsídios à elaboração de políticas públicas sobre essa temática.


Mudanças Climáticas Globais

Projeto Petroflex - Substituição de Combustíveis

Objetivos do Projeto
Esse projeto, inserido dentro das normas operacionais do CCX - Chicago Climate Exchange, foi desenvolvido de acordo com metodologia concebida pela FBDS e aprovada pelo CCX, tendo como objetivos principais:

  • Identificar a linha de base de emissões da empresa
  • Calcular o balanço anual de carbono oriundo da substituição de combustíveis fósseis de alta emissão por gás natural
  • Calcular os créditos de carbono gerados pelo empreendimento
  • Analisar os demais aspectos sócio-ambientais relativos ao projeto e às atividades da empresa como um todo
  • Apresentar relatório final para aprovação do projeto pelo CCX, viabilizando a futura comercialização de créditos de carbono

Histórico
A Petroflex é a maior produtora de borrachas sintéticas da América Latina e a quarta maior do mundo.  Produz mais de 70 tipos de elastómeros, que são exportados para mais de 50 países.

Para implementar seus conceitos e políticas ambientais, a Empresa adotou um modelo de gestão ambiental baseado na ISO 14.001 que interage com o sistema de gestão de qualidade baseado na ISO 9.001, tendo também subscrito o Programa de Atuação responsável, introduzido no Brasil pela ABIQUIM.  Merece destaque na atuação da Petroflex sua constante busca por fontes de energia menos poluentes e sua atuação pioneira nos mercados de carbono.

A FBDS, por sua vez, participou ativamente de todas as etapas de concepção, estruturação e início de operação do CCX, tendo inclusive patrocinado o primeiro evento internacional de discussão e divulgação de seus mecanismos institucionais e operacionais, através de seminário realizado na FIESP, em 2001. Adicionalmente, a Fundação concebeu e aprovou metodologia para apresentação de projetos de substituição de combustíveis no CCX.

Metodologia
A metodologia que foi utilizada para análise do projeto e elaboração do relatório técnico da Petroflex foi totalmente desenvolvida pela FBDS e aprovada pelo Offset  Committee do CCX.  Tal metodologia consiste em:

 

  • Descrição da nova tecnologia adotada para geração de vapor e energia
  • Estabelecimento do poder calorífico, fatores de emissão e nível de consumo do combustível a ser substituído e do novo combustível
  • Estabelecimento da linha de base para o projeto
  • Cálculo do balanço anual de emissões de CO2
  • Descrição de outros impactos ambientais do projeto (emissão de particulados, origem do novo combustível, etc.)
  • Breve descrição dos impactos sociais do projeto
  • Proposição de plano de monitoramento

 

Resultado até a presente data
Projeto aprovado e com créditos de carbono registrados no CCX.

Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável
Rua Engenheiro Álvaro Niemeyer, 76
CEP 22610-180
Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Tel. +55 (21) 3322-4520
Fax +55 (21) 3322-5903
fbds@fbds.org.br

webTexto é um sistema online da Calepino