Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável
  • Ativos Ambientais
    Projetos e estudos para o desenvolvimento sustentável por meio do uso consciente dos recursos naturais.
  • Agricultura Sustentável
    Projetos e interface entre diferentes atores para a criação de uma agricultura confiável e sustentável.
  • Sustentabilidade Urbana
    Projetos que buscam equacionar a sustentabilidade dos grandes centros urbanos no médio e longo prazos.

Sustentabilidade Urbana

Desenvolvemos projetos para os grandes centros urbanos em Água e Saneamento, Mobilidade, Adaptação e Resiliência para as Mudanças Climáticas, Governança e Serviços Ecossistêmicos. Promovemos alianças que unem diferentes temáticas na busca por soluções para as cidades.


Sustentabilidade Urbana

Soluções para o Rio são propostas em evento da RSI

Mudanças climáticas, biodiversidade e economia urbana foram os temas centrais do segundo encontro internacional que apresentou propostas para os principais problemas urbanos no Rio

Uma plataforma independente formada por renomados cientistas, empresários e especialistas está mobilizando a comunidade acadêmica e científica internacional para encontrar soluções para alguns dos mais urgentes problemas ambientais, sociais e econômicos do mundo. É a Rede Global de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (Sustainable Development Solutions Network - SDSN), lançada pelo Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-Moon, e dirigida por Jeffrey Sachs, seu conselheiro especial e diretor do Earth Institute da Universidade de Columbia. A iniciativa tem a missão de mobilizar empresas privadas, sociedade civil e organizações internacionais para identificar soluções integradas e compartilhar as melhores práticas para alcançar os objetivos do desenvolvimento sustentável até 2030.

Para tratar de problemas específicos das cidades, está em atividade desde junho deste ano a plataforma Rio Sustainability Initiative (RSI), projeto coordenado pela Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável (FBDS) e que, em parceria com o governo brasileiro, elegeu o Rio de Janeiro como primeiro estudo de caso na busca de opções viáveis para o desenvolvimento urbano sustentável, inclusivo, abrangente e conectado. O objetivo final deste trabalho é levar propostas conclusivas e com perspectivas reais de implementação para serem aplicadas em diferentes cidades do mundo.

Além do Rio, integram a lista dos centros urbanos selecionados as cidades de Nova York; Estocolmo na Suécia que, em 1972, realizou a Conferência sobre o Meio Ambiente Humano; Bangalore na Índia; e Accra no Gana.

Mudanças Climáticas, Resiliência e Adaptação; Biodiversidade e Recursos Ecossistêmicos; e Economia Urbana foram os temas das propostas centrais da segunda rodada de debates da plataforma Rio Sustainability Initiative, que aconteceu no dia 24 de outubro, na sede FBDS, no Rio de Janeiro.

Entre renomados cientistas, empresários e especialistas internacionais convidados, estiveram presentes no encontro Cynthia Rosenzweig, cientista e pesquisadora sênior no Instituto NASA Goddard para Estudos Espaciais - onde lidera o Grupo de Impactos do Clima, Carlos Nobre, secretário do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação do Brasil, Israel Klabin, presidente da Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável (FBDS) e conselheiro internacional da SDSN, Rodrigo Rosa, assessor especial de sustentabilidade do Prefeito do Rio de Janeiro, Joaquim Levy, superintendente da Bradesco Asset Management (Bram) e André Lara Resende, renomado economista brasileiro.

O último evento da plataforma RSI acontecerá em abril de 2014, quando será apresentado para as Nações Unidas um documento oficial contendo as propostas e recomendações finais de todos os estudos.

Veja a repercussão do evento na imprensa.

O que foi discutido

A Região Metropolitana do Rio de Janeiro (RMRJ) é vulnerável à mudança climática, e tem sido castigada por eventos de chuvas intensas que geram tragédias e grandes transtornos à população. Com a elevação do nível do mar e a intensificação de eventos extremos, como ventos intensos, ondas de tempestade e chuvas torrenciais, os impactos poderão ser mais severos.

Com relação à Biodiversidade, o município do Rio possui a maior ocorrência conjunta de espécies ameaçadas e endêmicas entre todos os municípios do Estado. Os sistemas lagunares, rios, baías e algumas praias costeiras apresentam altos índices de poluição; a arborização urbana apresenta déficit de árvores, é mal distribuída espacialmente e predominam espécies exóticas.

As soluções poderão ser apresentadas com estratégias que permitirão a conservação da biodiversidade, a mobilidade urbana, o fornecimento de água potável e a melhoria da qualidade do ar para todos, bem como uma ampla gama de outros serviços para as cidades e seus habitantes.

Sobre a Rede Sustainable Development Solutions Network - UNSDSN

Em junho de 2013, o Conselho de Liderança da Rede de Soluções para o Desenvolvimento Sustentável (ou SDSN) entregou ao Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, o relatório intitulado "A Agenda de Ação para o Desenvolvimento Sustentável". No documento, estão listadas as prioridades do desenvolvimento sustentável que abrangem as quatro principais frentes trabalhadas na temática: o crescimento econômico e o fim da pobreza, a inclusão social, a sustentabilidade ambiental e a governança. Acesse a íntegra do documento aqui: http://unsdsn.org/files/2013/06/130613-SDSN-An-Action-Agenda-for-Sustainable-Development-FINAL.pdf

No relatório, foram identificados os 10 desafios prioritários do desenvolvimento sustentável: o fim da pobreza extrema e da fome; alcançar o desenvolvimento e prosperidade para todos, sem danificar o ambiente; garantia de aprendizagem para todas as crianças e jovens; atingir a igualdade de gênero; garantir a saúde e o bem-estar em todas as idades; aumentar a produção agrícola de forma ambientalmente sustentável; alcançar a segurança alimentar e a prosperidade rural; tornar as cidades produtivas e ambientalmente sustentáveis; controlar a mudança climática induzida pelo homem com energia sustentável; proteger os ecossistemas e assegurar a boa gestão dos recursos naturais; melhorar a governança e alinhar o comportamento das empresas com todas as metas.

Segundo a rede, as indicações do documento podem formar a base para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que seriam aplicáveis ??a todos os países até 2030. Saiba mais no site http://unsdsn.org/.

Acesse as apresentações do evento:

Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável
Rua Engenheiro Álvaro Niemeyer, 76
CEP 22610-180
Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Tel. +55 (21) 3322-4520
Fax +55 (21) 3322-5903
fbds@fbds.org.br

webTexto é um sistema online da Calepino