Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável
  • Ativos Ambientais
    Projetos e estudos para o desenvolvimento sustentável por meio do uso consciente dos recursos naturais.
  • Agricultura Sustentável
    Projetos e interface entre diferentes atores para a criação de uma agricultura confiável e sustentável.
  • Sustentabilidade Urbana
    Projetos que buscam equacionar a sustentabilidade dos grandes centros urbanos no médio e longo prazos.

Uso Sustentável de Recursos Naturais

Reabilitação, Expansão e Conservação do Sistema Baixo Cotia

Cliente: SABESP - Cia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo

O Projeto - Objetivo
Recuperação ambiental do sistema Baixo Cotia, localizado na região metropolitana de São Paulo. O objetivo final com a implantação do projeto era tornar esse sistema adequado para o abastecimento de água com fins de utilização urbana e industrial na região. Para tal, foram feitos planejamentos, estudos e projetos de gestão ambiental, com ênfase nos recursos hídricos, e montou-se um banco de dados georeferenciados da região analisada.

Passos do Projeto
Na área de gestão ambiental, os trabalhos giraram em torno da uma avaliação estratégica do programa desenvolvido pela SABESP, da produção de um diagnóstico ambiental da região, da avaliação de tecnologias e de de planos de monitoramento ambiental. Também foram desenvolvidos trabalhos na região do Baixo Cotia sobre os seguintes aspectos:

  • Planejamento ambiental dos meios físico, biótico e antrópico
    Hidrologia, balanço hídrico e operação hidráulica
  • Modelagem matemática da qualidade da água
  • Projetos e processos para tratamento da água
  • Análise econômico-financeira, jurídica e institucional do sistema Baixo Cotia

Para a montagem do banco de dados georeferenciados, foi utilizado um Sistema de Informações Geográficas (SIG). Esta metodologia permitu que os mapas temáticos pudessem ser manipulados e integrados entre si, facilitando a análise da situação ambiental do sistema Baixo Cotia.

Os mapas foram produzidos nas escalas 1:60.000, 1:50.000, 1:25.000 e 1.10.000 e tiveram os seguintes temas:

  • Limites político-administrativos
  • Rede Hidrográfica e Represamentos
  • Microbacias
  • ETAS, ETE e Pontos de Amostragem
  • Cobertura Vegetal e Uso da Terra
  • Planícies de Inundação
  • Curvas de Nível
  • Declividade
  • Geologia
  • Solos
  • Geomorfologia
  • Hidrogeologia
  • Capacidade de Uso da Terra
  • Atividades Minerai
  • Rede Viária
  • Qualidade d'água
  • Indústrias
  • Resíduos Sólidos
  • Vetores de Expansão Urbana
  • Saúde
  • Educação
  • Lazer
  • Impactos e Conflitos
  • Qualificação dos corpos d'água por fontes de poluição
  • Paisagens

Uma fase importante do projeto foi a construção de uma estação experimental de waterlands, que funcionou durante dois anos junto a Estação de Tratamento de Água (ETA) do Baixo Cotia. Os resultados indicaram ser possível purificar as águas do rio Cotia atingindo as características de rio classe 2, termo técnico que define que a água pode ser utilizada para fornecimento à população após um tratamento convencional.

Histórico
Apesar da região metropolitana de São Paulo dispor de uma rede razoável de recursos hídricos, o crescimento populacional é maior que do que essa rede pode suportar. Assim, muitas vezes o reuso potável da água é evocado como a forma de resolver esse grave problema.

O abastaecimento de água na Grande São Paulo é feito por estações de tratamento de água convencionais, através da captação em vários mananciais de superfície. Alguns são bastante protegidos, mas outros se encontram em situação vulnerável, apresentando uma qualidade de água não confiável.

Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável
Rua Engenheiro Álvaro Niemeyer, 76
CEP 22610-180
Rio de Janeiro - RJ - Brasil
Tel. +55 (21) 3322-4520
Fax +55 (21) 3322-5903
fbds@fbds.org.br

webTexto é um sistema online da Calepino